sexta-feira, 5 de agosto de 2011

Para os nossos debates sobre uma Amazônia sócio-econômica e ambientalmente sustentável...

Brasil será potência energética e ambiental

Maurício Tolmasquim, estimou que o Brasil se tornará uma potência por causa das diferentes fontes de geração de energia limpa e dos potenciais armazenados em cada uma delas


Paraná On Line -

O presidente da Empresa de Pesquisa Energética (EPE), Maurício Tolmasquim, estimou hoje que o Brasil se tornará uma potência energética e ambiental no decorrer deste século, por causa das diferentes fontes de geração de energia limpa e dos potenciais armazenados em cada uma delas. "Minha tese pode parecer ufanista, mas tem bases reais. O Brasil tem uma situação diferenciada em relação a dois aspectos fundamentais: a questão da segurança energética e a questão ambiental. O setor elétrico tem potencial em todas as fontes de geração e encontrou um modelo que permite que essa expansão ocorra", disse ele, na abertura do segundo dia do seminário Energy Summit 2011, no Rio.

Tolmasquim acrescentou que considera possível preservar o ecossistema da Amazônia e aproveitar o potencial hidrelétrico da região. Segundo ele, as hidrelétricas a serem construídas no Norte brasileiro podem representar "ajuda à preservação da Amazônia". O "desafio", segundo ele, que citou o projeto de usinas-plataformas, é conciliar os novos empreendimentos com a manutenção das características ambientais das regiões afetadas. Além disso, acrescentou, a ação hidrelétrica na Região Norte "pode ser um vetor de desenvolvimento regional" em áreas já ocupadas pelo homem. "Só usamos um terço do nosso potencial hidrelétrico. Cerca de 60% dos outros dois terços estão na Região Norte. Não acredito que aproveitaremos todo esse potencial. Uma parte não será aproveitada", concluiu Tolmasquim

Nenhum comentário:

Postar um comentário